1ª edição do Prêmio Inezita Barroso acontece em junho

 

 

A entrega das homenagens nesta que é a primeira edição do Prêmio Inezita Barroso, será às 10h do dia 23 de junho, no plenário Juscelino Kubitschek, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (ALESP), na capital paulista. Na ocasião, artistas de todo o estado receberão a honraria por contribuírem com a música caipira de raiz.

O Prêmio foi criado a partir do Projeto de Resolução 31/2015, de autoria do deputado estadual Marcos Martins, com o intuito de valorizar a cultura dita caipira de raiz e qualquer forma de arte genuinamente popular que a complemente. Segundo o deputado, além de eternizar a vida e obra de Inezita, também é uma homenagem àqueles que se destacam no universo da cultura sertaneja. “Inezita foi a embaixadora da música caipira, ela revelava artistas, trazia duplas e músicos para o seu programa, além de defender com orgulho a cultura sertaneja. O prêmio é uma maneira de perpetuar este trabalho e reconhecer sua importância”, afirmou o deputado.

Para esta edição, a Comissão de Educação e Cultura da ALESP selecionou 10 artistas que serão contemplados com a honraria, entre dezenas de inscritos ou indicados: Bruna Viola; Daniel Firmino; Duo Glacial (Ana e Miguel Cervan – em memória); Jesus Belmiro; Léu (da dupla Liu e Léu); Orquestra dos Violeiros de Osasco; Orquestra dos Violeiros de Santa Fé; Viola Show e Matheus Calil; Waléria Leão; e Zinho do Violão.

O deputado Marcos Martins parabeniza a todos os selecionados e convida a população para prestigiar a cerimônia de premiação.  “Parabenizo de antemão a todos artistas, duplas, bandas e grupos selecionados pela Comissão que receberão o Prêmio Inezita Barroso. Esperamos por vocês para prestigiar esses grandes nomes”, finalizou Martins. O evento é aberto ao público e não é necessário fazer inscrição.

INEZITA BARROSO

Ignez Magdalena Aranha de Lima nasceu em São Paulo no ano de 1925. Foi cantora, atriz, instrumentista, bibliotecária, folclorista, professora e apresentadora de rádio e televisão. Recebeu o troféu Roquette Pinto como melhor cantora de rádio; o prêmio Guarani, como melhor cantora em disco, além do prêmio Saci de Cinema. Em 2003, foi condecorada com a medalha Ipiranga, recebendo o título de comendadora da música raiz. Inezita Barroso faleceu em São Paulo, no dia 8 de março de 2015.

Serviço

Evento: Entrega do Prêmio Inezita Barroso

Data/Horário: 23/06 (sexta-feira), às 10h

Local: Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo/Plenário JK

Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral 201, Ibirapuera, São Paulo – SP

Contato: Gabinete deputado estadual Marcos Martins – Tel.: (11) 3886-6241

ENTRADA GRATUITA – NÃO É NECESSÁRIO FAZER INSCRIÇÃO